A polícia acabou usando gás lacrimogênio contra a multidão e houve tumulto

O governo dos Estados Unidos fechou o posto de fronteira de San Ysidro, entre as cidades de San Diego e Tijuana (México), neste domingo (25). A decisão foi tomada depois de centenas de migrantes da América Central furarem bloqueio da polícia mexicana para entrar ilegalmente no país. A polícia acabou usando gás lacrimogênio contra a multidão e houve tumulto.

O Escritório de Alfândegas e Proteção de Fronteira (CBP, em inglês) informou nas redes sociais sobre o fechamento da passagem, uma das mais transitadas do mundo.

Na segunda-feira passada, as autoridades americanas fecharam a mesma passagem diante das informações que indicavam que alguns dos membros da caravana – que saiu de Honduras e chegou a Tijuana – tinham a intenção de entrar à força nos EUA, segundo confirmaram a fontes do CBP.

Os fatos deste domingo começaram por volta das 11h20 (horário local; 17h20 em Brasília), quando centenas de migrantes conseguiram chegar ao edifício onde fica a guarita que conecta México e EUA, com o propósito de solicitar asilo no território americano.

Ao mesmo tempo, outro grupo de pessoas rompeu uma das cercas de segurança para tentar chegar à fronteira americana por outro caminho.

“As vias sul de acesso ao México no posto de entrada de San Ysidro estão fechadas neste momento. Além disso, o acesso norte aos veículos para o seu processo está suspenso. Os acessos de pedestres também estão suspensos tanto no leste como no oeste”, informou o CBP pelas redes sociais.

Segundo dados do Departamento de Segurança Nacional (DHS) dos EUA, cerca de sete mil migrantes aguardam do outro lado da fronteira, principalmente nas cidades de Tijuana e Mexicali, para apresentarem a solicitação de asilo.

Fonte: JOVEM PAN com informações da Agência EFE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.