O presidente Michel Temer vai sancionar uma lei e assinar um decreto nesta quarta-feira (13) que garante a ampliação dos saques do fundo PIS-Pasep, estendendo o benefício para cotistas de todas as idades que trabalharam entre 1971 e 1988. Hoje, a retirada é possível somente em caso de aposentadoria ou a partir dos 60 anos. 

O objetivo ao liberar as cotas, que são resultado dos créditos depositados pelo empregador no fundo PIS/Pasep entre 1971 e 04/10/1988, é injetar cerca de R$ 34,6 bilhões na economia, visto que é estimado que 25,3 milhões de pessoas recebam as cotas. 

Com a sanção da lei, o Ministério do Planejamento deverá anunciar um cronograma de saques, ainda que restrito, como ocorreu com o saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os beneficiários poderão retirar o dinheiro nas agências da Caixa Econômica Federal (trabalhadores da iniciativa privada) e do Banco do Brasil (servidores). Aqueles que já são clientes desses bancos poderão receber o crédito diretamente em suas contas-correntes ou poupanças. Além disso, os herdeiros dos cotistas também poderão receber a cota do assegurado. 

Como sei se tenho direito ao saque?

A consulta para os trabalhadores de iniciativa privada pode ser feita através do site da Caixa, mas a ferramenta só deve ser ampliada para todas as idades após a autorização ser assinada por Michel Temer. Os servidores públicos, por sua vez, poderão fazer a consulta por meio deste link, assim como nos terminais de autoatendimento. 

Info Money 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here