Material explosivo, quantia em dinheiro e vestimentas apreendidos na operação — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Um homem de 25 anos foi preso, nesta quarta-feira (5), suspeito de participar da explosão que causou o incêndio em supermercado, no bairro da Liberdade, em Campina Grande, na terça-feira (4). A prisão aconteceu no sítio Marinho, na Zona Rural da cidade e só foi possível devido a uma denúncia anônima.

O incêndio aconteceu na terça-feira, quando um grupo armado tentou roubar o cofre do supermercado, e acabou perdendo o controle das chamas. Os suspeitos arrombaram a porta lateral do estabelecimento e invadiram o local. Não houve feridos.

Segundo o capitão da Polícia Militar Johatha Yassaki, que estava à frente da operação, após a polícia ser acionada, foi encontrado no local indicado um carro roubado e uma motocicleta com restrição criminal. Com o flagrante, foi feita uma revista dentro da residência onde foram encontrados materiais explosivos e roupas que caracterizavam o crime de explosões a terminais eletrônicos, além de uma quantia em dinheiro.

Após tentativa de roubo e explosão de cofre, supermercado ficou em chamas, em Campina Grande — Foto: Artur Lira/G1

O suspeito disse que não estava presente no local do crime, mas confessa ter recebido o grupo na madrugada do caso, que estavam no veículo utilizado na ocorrência. Eles deixaram sob sua responsabilidade os explosivos e ferramentas utilizadas na ação.

Todo o material foi apreendido e, junto com o suspeito, foi encaminhado para a Central de Polícia, no bairro do Catolé, onde responderá a inquérito para esclarecimento do fato.

Incêndio após tentativa de explosão de cofre

De acordo com a gerência do estabelecimento, duas caminhonetes pararam em frente ao supermercado por volta das 3h, os suspeitos desceram e entraram no local. Nesse momento, cerca de sete funcionários estavam trabalhando na reposição do estoque e, ao perceberem a presença dos suspeitos, se esconderam na parte de trás do supermercado.

Os suspeitos tentaram explodir o cofre do estabelecimento por pelo menos três vezes, provocando o incêndio. O fogo se alastrou pelo local e, em seguida, os suspeitos fugiram. Ainda não há confirmação se os suspeitos conseguiram levar algum dinheiro. Os funcionários que estavam escondidos conseguiram sair do local e ninguém ficou ferido.

Mais de 40 integrantes do Corpo de Bombeiros trabalharam no combate ao incêndio. Segundo o bombeiros, a maior dificuldade para combater as chamas foi a grande variedade de materiais inflamáveis e combustíveis dentro do estabelecimento. O incêndio danificou a estrutura do estabelecimento e consumiu todo o estoque e equipamentos dispostos no local. A gerência informou que o supermercado havia sido inaugurado em setembro de 2018.

Fonte: G1 PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here