Como a votação a presidência da Câmara é secreta, não há a garantia de que todos os parlamentares seguirão a orientação do partido

A bancada do Solidariedade na Câmara, que elegeu 13 deputados federais na eleição de outubro, anunciou oficialmente nesta quarta-feira (09) apoio à tentativa de reeleição do presidente da Casa, Rodrigo Maia.

Em nota divulgada à imprensa, o presidente nacional do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, disse acreditar que Maia “já demonstrou sua capacidade de conciliar todas as vertentes e pode trazer uma tranquilidade para o momento em que passa a política brasileira”.

Além do Solidariedade, o Democratas, partido do presidente da Câmara e o PSL do presidente Jair Bolsonaro, outros oito partidos já fecharam apoio pela reeleição de Maia: PSD, PPS, PRB, PROS, PSDB, Podemos, PSC e PR.

Se todos os deputados das bancadas que declararam apoio a Rodrigo Maia votarem realmente nele, já são quase os 257 votos necessários para decidir a eleição no primeiro turno.

Mas como a votação a presidência da Câmara é secreta, não há a garantia de que todos os parlamentares seguirão a orientação do partido.

Rodrigo Maia ainda enfrentaria candidatos que crescem na disputa, como Arthur Lira, do Progressistas, que tem a simpatia do PT e outros partidos de esquerda que fazem oposição ao presidente Bolsonaro. Além do atual vice-presidente da Câmara, o deputado Fábio Ramalho, do MDB.

Mas já há nomes da oposição na disputa, como JHC do PSB e Marcelo Freixo, do PSOL. A eleição está marcada para o dia 1º de fevereiro.

 

Fonte: JOVEM PAN 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.