O médico também analisou que o panorama local de transplante de órgãos ainda é muito abaixo da média. (Foto: Emmanuela Nunes)

Em entrevista exclusiva concedida ao Portal ClickPB, o médico Cláudio Lacerda falou sobre o panorama de transplantes de órgãos na PB, avaliando os desafios que o estado tem que superar para conseguir avançar na área.

Dentre os principais desafios que precisam ser superados está o da conscientização da população acerca da questão. Outro aspecto que influencia é a falta de investimento do poder público nesse setor.

“Realmente o estado da Paraíba precisa fazer o transplante de fígado. Isso por uma série de motivos, principalmente por que as pessoas estavam indo para Recife realizar o procedimento. A Central de Transplante da Paraíba aparentemente não tem tido o apoio que precisa, nem do governo nem da própria população. O estado da Paraíba não pode ficar para trás, até porque o transplante de órgão desenvolve uma medicina avançada que vai contribuir com a qualidade da medicina que se pratica de maneira em geral no estado. Com ajuda das autoridades e da população iremos conseguir desenvolver com êxito a campanha de transplante de órgão.

Um dos pacientes o motorista, Wellington Alves, de 44 anos, que recebeu o transplante de fígado a cerca de um mês falou como foi o processo para receber a doação e durante entrevista também comemorou que em breve estará voltando a trabalhar graças a nova vida que tem. Também agradeceu a família da doadora Shelly Carvalho, de 22 anos, que era cantora de forró e morreu após um acidente de trânsito, em João Pessoa.

Fonte: CLICKPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here