Bispo da Diocese de Cajazeiras, Dom Francisco de Sales. (Foto:Redes sociais)

A Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, ajuizada pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), que propõe a descriminalização do aborto até a 12ª semana de gestação, começou a ser discutida na última sexta-feira (03/08), e foi concluída na segunda-feira (06/08). A audiência pública foi convocada pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Dom Francisco de Sales Alencar Batista, Bispo da Diocese de Cajazeira, no sertão Paraibano, escreveu uma carta se pronunciando sobre a descriminalização do aborto, tema que foi debatido no STF na primeira semana de agosto.

 A carta foi enviada para os e-mails dos padres da Paraíba, para ser lida para os fiéis, na missa de domingo (05/08), em todas as Paroquias da Diocese, como também a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), está lançando uma campanha de conscientização sobre o aborto e alertando os cristãos sobre os riscos sociais e morais da legalização do aborto no Brasil.

Conteúdo da carta do Bispo Dom Francisco de Sales.

São Bento em Foco

Por: Jandicléia Almeida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here