Programa São Bento em Foco
STF

Toffoli: ‘Lava Jato existe graças ao STF’

Ministro também elogiou transferência do Coaf para o Banco Central

13/08/2019 08h47
Por: São Bento em Foco
Fonte: JOVEM PAN
Ministro também elogiou transferência do Coaf para o Banco Central
Ministro também elogiou transferência do Coaf para o Banco Central

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, afirmou, nesta segunda-feira (12), que a Operação Lava Jato “existe graças ao STF”. Em discurso para uma platéia de empresários em São Paulo, ele ressaltou que um país não deve se fazer em cima de “heróis”.

“A Lava Jato só existe graças ao Supremo Tribunal Federal. Se não fosse o STF, não haveria isso. O que não se pode permitir, na República, é que se aproprie das instituições”, declarou, acrescentando que “A Operação Lava Jato é fruto da institucionalidade, ela não é uma instituição”. “E um país não se faz de heróis, se faz de projetos”, continuou.

O Brasil está afogado em processos. Há uma farta judicialização. Para o ministro, é preciso que a sociedade tente resolver as divergências sem recorrer a esfera judicial. “Alguma coisa está errada. Porque não é o judiciário que vai determinar o futuro da economia, o futuro da sociedade. Tudo vai parar no judiciário, porque? Porque está tudo na Constituição. E você tem atores que estão legitimados a provocar o judiciário.”

Toffoli enfatizou que se tudo vai parar no Supremo, é o retrato do fracasso da sociedade. “Gostaria de julgar o aborto no STF. Isso não é um problema para o judiciário, mas vai parar no judiciário”, disse.

Ele elogiou a decisão do presidente da república, Jair Bolsonaro (PSL) de transferir o Coaf(Conselho de Controle de Atividades Financeiras do Ministério da Economia) para o Banco Central (BC). “Colocar o Coaf no BC vai evitar que um determinado ministério, em um determinado local, seja aquele que apure, que investigue, que fiscalize”, afirmou.

Vale lembrar que, em julho, o Toffoli suspendeu as investigações baseadas em dados sigilosos compartilhados pelo Coaf, sobre o filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários