Anuncie no São Bento em Foco
MENSAGEM

Após cirurgia, Bolsonaro posta mensagem de que passa bem e estará de volta ‘logo’

Obrigado Deus pela minha vida! Logo estarei de volta ao campo. Irruuu!", escreveu no Twitter.

09/09/2019 07h28
Por: São Bento em Foco
Fonte: JOVEM PAN
Obrigado Deus pela minha vida! Logo estarei de volta ao campo. Irruuu!
Obrigado Deus pela minha vida! Logo estarei de volta ao campo. Irruuu!", escreveu no Twitter.

Quase cinco horas após o fim da sua cirurgia, o presidente Jair Bolsonaro, ainda internado, usou as redes sociais para afirmar que passa bem. “Mais uma cirurgia. Desta vez foram 5 horas, mas estamos bem. Obrigado a todos pelo apoio e orações! Obrigado Deus pela minha vida! Logo estarei de volta ao campo. Irruuu!”, escreveu no Twitter por volta das 17h25.

Mais cedo, a equipe médica do Hospital Vila Nova Star, localizado na capital paulista, já havia informado que a cirurgia foi bem sucedida. O presidente realizou na manhã deste domingo um procedimento que teve duração de cinco horas, acabando às 12h40, enquanto a estimativa inicial era de duas a três horas. Bolsonaro passou pela quarta intervenção cirúrgica após a facada que sofreu há um ano, em Juiz de Fora (MG), durante um ato da sua campanha presidencial. A nova cirurgia foi para corrigir uma hérnia que apareceu no local das intervenções anteriores.

Agora, ele terá que esperar pelo menos uma semana para viajar, sendo que a liberação dos médicos depende da evolução no quadro de saúde do presidente.

Os médicos previam a duração de Duas horas para o procedimento, mas acabou levando cinco. O cirurgião que acompanha o presidente, o doutor Antônio Macedo, explicou que a cirurgia levou mais tempo porque o intestino aderiu à parede abdominal.

O doutor Antônio Macedo reconheceu que esse tipo de hérnia pode voltar, mas ressaltou que as chances são baixas, de apenas 6%.

O presidente acordou imediatamente após a cirurgia e passou o domingo bem e sem dores. Segundo o doutor Macedo, Bolsonaro apresentou uma recuperação melhor depois desse procedimento do que os anteriores.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro e dois filhos do presidente assistiram o procedimento em uma sala anexada. Ele terá o acompanhamento diário de exames clínicos para observar a evolução do quadro.

De acordo com a equipe médica, mesmo que o presidente esteja em condições de receber alta, ela não será liberado. O doutor Macedo explicou que isso vai acontecer para evitar que ele viaje antes dos sete dias recomendados, já que Bolsonaro não deve ficar hospedado em hotéis na capital paulista.

O presidente passou o poder ao vice, o general Hamilton Mourão, que ficará encarregado das funções até que os médicos liberem Bolsonaro para voltar ao Palácio do Planalto.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários