Anuncie no São Bento em Foco
PARAÍBA

Casos prováveis de dengue aumentam 43,7% na Paraíba em 2019, diz Ministério

Dados são referentes ao período de 30 de dezembro de 2018 a 24 de agosto de 2019, comparados com informações do mesmo período do ano anterior. Estado é o único do país que apresenta morte por causa de Zika.

12/09/2019 07h56
Por: São Bento em Foco
Fonte: G1
Casos de dengue sobem 43,7 na Paraíba — Foto: Fundação Oswaldo Cruz/Divulgação
Casos de dengue sobem 43,7 na Paraíba — Foto: Fundação Oswaldo Cruz/Divulgação

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (11) que o número de casos prováveis de dengue na Paraíba subiu 43,7%. Passou de 9.717, em 2018, para 13.959, em 2019.

Já os casos de chikungunya subiram 20,5% e de Zika 1,6%. Os dados foram divulgados no Boletim Epidemiológico de arboviroses urbanas transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti do Ministério da Saúde. O documento também mostra que o Estado é o único do país a apresentar mortes por causa da Zika.

Dados são referentes ao período de 30 de dezembro de 2018 a 24 de agosto de 2019, comparados com informações do mesmo período do ano anterior.

As informações são referentes ao período de 30 de dezembro de 2018 a 24 de agosto de 2019, comparados com informações do mesmo período do ano anterior.

 

Chikungunya

 

O número de casos suspeitos de chikungunya subiu de 845, em 2018, para 1.018, em 2019. A variação é de 20,5%. Segundo o boletim, das 57 mortes registradas este ano no Brasil, pelo menos uma aconteceu na Paraíba.

 

Zika em gestantes

 

Os casos de zica cresceram somente 1,6%. O aumento foi de 307, em 2018, para 312, em 2019. Ainda em 2019, segundo o boletim, foram registrados 1.649 casos prováveis de Zika em gestantes. Deles, 447 foram confirmados em todo o país e 16 foram notificados na Paraíba. O estado é o único que morte por Zica no Brasil, com dois casos.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários