PRISÃO

Dupla é presa suspeita de praticar mais de 40 assaltos a mercadinhos e casas lotéricas no Nordeste

A prisão aconteceu na cidade de São Miguel de Taipu, na Paraíba e se deu em cumprimento a mandados de prisão preventiva, expedidos pela 17ª Vara Criminal de Alagoas.​

18/09/2019 08h39
Por: São Bento em Foco
Fonte: CLICKPB
Ação da Polícia Civil prende dupla suspeita de diversos assaltos (Foto: Reprodução)
Ação da Polícia Civil prende dupla suspeita de diversos assaltos (Foto: Reprodução)

Uma operação conjunta das polícias de Civis de Alagoas (DEIC) e da Paraíba, através da 9ª DSPC – Itabaiana, prendeu nesta terça-feira (17), dois homens suspeitos de praticar pelo menos 42 assaltos a mercadinhos e casas lotéricas no Nordeste. A prisão aconteceu na cidade de São Miguel de Taipu, na Paraíba e se deu em cumprimento a mandados de prisão preventiva, expedidos pela 17ª Vara Criminal de Alagoas.

Segundo o delegado Felipe Castellar, titular da Seccional de Itabaiana, Anderson Alves Carvalho e Jakson Viegas Nunes, são integrantes de uma associação criminosa responsável por assaltos a mercadinhos, lojas de eletrodomésticos e casas lotéricas nos Estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

“A operação é fruto do trabalho investigativo dos policiais civis do DEIC/AL e 9ªDSPC/PB, após a ocorrência de furtos em estabelecimentos comerciais e em casas Lotéricas, no Estado de Alagoas, e também na Paraíba, onde foram identificadas  ações criminosas nas cidades de Pilar, Ingá, Mogeiro, Itabaiana, Serraria, Alagoa Grande e Bananeiras, atribuídas aos investigados”, revelou o delegado.

Ainda segundo Felipe Castellar,  após o compartilhamento de informações com o delegado Thiago Prado Oliveira Silveira, do DEIC de Alagoas, foi possível identificar dois dos autores das ações criminosas, ambos residentes na cidade de Campina Grande. 

Após o cumprimento dos mandados judiciais também foi identificado Gildo Sousa Santos como participante deste grupo criminoso, mas este continua foragido. 

“Os dois presos foram interrogados e encaminhados custodiados para o Estado vizinho, onde responderão por todos os processos criminais decorrentes de suas ações criminosas”, finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias