Dengue

Casos confirmados de Dengue diminuem quase 96 % na atual Administração do município de São Bento

A grande diminuição, realmente, aconteceu em relação aos casos notificados de dengue entre 2017 e 2019

26/09/2019 19h19
Por: São Bento em Foco
Fonte: ASCOM

Os casos confirmados de Dengue tiveram uma redução de 95, 9 %, na administração do atual prefeito de São Bento, Jarques Lúcio da Silva II, quando comparados aos confirmados nos anos de 2015 e 2016.

Dados da Secretaria Municipal de Saúde, através do Setor de Vigilância Epidemiológica e Ambiental apontam que, em 2015, houve a confirmação de 98 casos de dengue no município, elevando-se para 341 em 2016, e sofrendo uma queda total no ano de 2017, 1º ano da atual gestão, quando zerou o número de casos. Já em 2018, foram 18 confirmações do problema, e nenhuma em 2019, registrando-se apenas 04 casos notificados.

O levantamento mostra, também, a ocorrência de 119 casos de Chikungunya em 2016 e 42 de Zika Vírus, contra nenhum caso contabilizado nos anos de 2017, 2018 e 2019.

A grande diminuição, realmente, aconteceu em relação aos casos notificados de dengue entre 2017 e 2019, em comparação ao intervalo de 2015 a 2016, momento em que existiu, praticamente uma epidemia da dengue no território municipal, com 639 casos em 2015, 2.187 no ano seguinte, números que sofreram quedas extremas nos anos posteriores, onde foram registrados somente 05 casos em 2017, 44 em 2018 e somente 04 no corrente ano.

As estatísticas levantadas pela Vigilância Epidemiológica e Ambiental do município revelam, ainda, que 681 pessoas foram notificadas com Chikungunya e Zika Vírus em 2016, sendo 330 vítimas da 1ª mais 351 da 2ª, cifras zeradas nos anos seguintes.

Na opinião do prefeito Jarques Lúcio e da Secretária de Saúde, Lindinalva Dantas, o resultado da diminuição significativa dos números dessas patologias refletem todo o trabalho conjunto dos profissionais da área, do pessoal da Atenção Básica, num total de 80 Agentes Comunitários de Saúde (ACS), e dos 18 Agentes de Combate a Endemias (ACE) no combate ao Aedes aegypti, além de outros colaboradores, que lutam, incansavelmente, para conscientizar as pessoas e atingir essas metas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias