Conciliação

Comarca de São Bento - PB participará da Semana Nacional da Conciliação 2019

De acordo com um levantamento realizado pelo CNJ em 2018, os projetos de conciliação da Semana Nacional da Conciliação realizaram mais de 600 mil audiências em todo o Brasil,

21/10/2019 16h25
Por: São Bento em Foco
Fonte: Leomarque Pereira

A comarca de São Bento, no Sertão da Paraíba, participará da XIV SEMANA NACIONAL DE CONCILIAÇÃO 2019, que ocorrerá de 04 a 08 de novembro em todo o País. O evento foi criado em 2006 pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A iniciativa é uma Campanha que envolve os Tribunais de Justiça, Tribunais do Trabalho e Tribunais Federais, oportunidade em que processos que já estão na Justiça e aqueles que ainda não foram instaurados (pré-processuais) podem ser solucionados por meio da conciliação, e o próprio interessado pode buscar a solução do problema com o auxílio de conciliadores em todo o meio judiciário.

Na comarca de São Bento, agregadora da Circunscrição Judiciária da vizinha cidade de Paulista, desinstalada pelo Tribunal de Justiça da Paraíba no último dia 16 de outubro, tem uma média de 4.20 processos cíveis e criminais aptos à audiência, além dos que virão da extinta comarca de Paulista, a qual possui 1.248 processos ativos inconclusos.

Inúmeros casos de conflitos podem ser solucionados a partir da conciliação. Pensão alimentícia, divórcio, desapropriação, inventário, partilha, guarda de menores, acidentes de trânsito, dívidas em bancos e financeiras e problemas de condomínio são alguns exemplos.

De acordo com um levantamento realizado pelo CNJ em 2018, os projetos de conciliação da Semana Nacional da Conciliação realizaram mais de 600 mil audiências em todo o Brasil, conseguindo a homologação de mais de R$ 1,5 bilhão em acordos. Os resultados foram alcançados por equipes de tribunais estaduais, federais e do Trabalho.

A conciliação é uma solução permanente e está disponível todos os dias no tribunal, mesmo após o encerramento da Semana Nacional de Conciliação. Todos aqueles que tiverem interesse em conciliar devem informar o poder judiciário, pois em qualquer momento da tramitação é possível agendar uma audiência.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias