Quinta, 09 de Julho de 2020 18:08
(83) 9 9602 8302
Dólar comercial R$ 5,34 -0.069%
Euro R$ 6,03 -0.532%
Peso Argentino R$ 0,08 -0.132%
Bitcoin R$ 52.327,9 -1.93%
Bovespa 99.160,33 pontos -0.61%
Brasil CONFIRA!

Serasa expande ação, e consumidor pode pagar até R$ 50 por dívida de R$ 1.000

Até então, para conseguir acertar seus débitos por meio do programa, era necessário que a dívida do consumidor estivesse cadastrada pela empresa Ativos.

25/06/2020 10h41
Por: São Bento em Foco Fonte: FOLHAPRESS
Serasa expande ação, e consumidor pode pagar até R$ 50 por dívida de R$ 1.000

A Serasa fechou acordo com novas plataformas e expandiu sua ação de regularização de dívidas de consumidores. Isso possibilitará o pagamento de débitos de até R$ 1.000 por R$ 50.

Até então, para conseguir acertar seus débitos por meio do programa, era necessário que a dívida do consumidor estivesse cadastrada pela empresa Ativos. Agora dívidas administradas pelo Santander, Tricard e Recovery também poderão ser negociadas pelo programa. As duas primeiras empresas farão a mesma negociação que a Ativos, com pagamento de até R$ 100 pelo valor devido, e a última negocia o montante pelo valor de até R$ 50.

Com isso, o número de brasileiros que devem se beneficiar do programa sobe de 1,5 milhão para 5 milhões, segundo a Serasa.

Para saber se a dívida poderá ser negociada nessas condições, o consumidor precisa acessar o site do Serasa Limpa Nome: www.serasa.com.br. As informações também podem ser acessadas via aplicativo da Serasa disponível para Android e iOS.

Seguindo as recomendações das autoridades de saúde, as agências da Serasa que fornecem atendimento presencial permanecem fechadas. Porém, além do site do Serasa Limpa Nome e do app da Serasa, o consumidor também pode regularizar seus débitos financeiros pelo Whatsapp, por meio do número: (11) 98870-7025.

No dia 15 de junho, a Serada havia iniciado uma ação de regularização de débitos.

Quem tinha dívidas entre R$ 200 e R$ 1.000 pode consultar a plataforma da empresa para quitá-las pelo valor de até R$ 100.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias