Segunda, 19 de Outubro de 2020 12:53
(83) 9 9602 8302
Paraíba CONFIRA!

Dos 2,9 milhões de eleitores da Paraíba, 7,3% são analfabetos e 15,2% apenas ‘lê e escreve’

É maior, inclusive, que a média nacional.

25/09/2020 06h26
Por: São Bento em Foco Fonte: Jornal da Paraíba
Dos 2,9 milhões de eleitores da Paraíba, 7,3% são analfabetos e 15,2% apenas ‘lê e escreve’

Os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que mostram o perfil do eleitorado paraibano que vai às urnas no próximo dia 15 de novembro revelam uma realidade ainda preocupante. O índice de analfabetismo e de pessoas com pouco grau de instrução ainda é muito elevado no Estado. É maior, inclusive, que a média nacional.

Dos mais de 2,9 milhões de eleitores aptos a votar no Estado, 7,3% são analfabetos e 15,2% apenas ‘lê e escreve’. A maior fatia do eleitorado paraibano – 24,6% – é composta por pessoas com o ensino fundamental incompleto e somente 8,5% dos eleitores possuem algum tipo de graduação concluída. No Brasil, o índice de analfabetismo do eleitorado é de 4,4%.

Em Campina Grande, o perfil do eleitorado, nesse quesito, é diferente. A cidade terá este ano pouco mais de 285 mil eleitores aptos a votar. Deles, 2,9% são analfabetos e 8,1% somente ‘lê e escreve’, conforme os dados do TSE.

No município, que é conhecido como polo de ciência e tecnologia, a maior parte do eleitorado é formada por pessoas com o ensino médio completo (26,6%). O índice de eleitores com formação superior completa também é mais elevado que na Paraíba: 12,5%.

Análise

Fazer boas escolhas, claro, é uma prática que não necessariamente está ligada, diretamente, ao grau de instrução das pessoas. Mas é evidente que o acesso ao conhecimento, no caso de um processo democrático, torna o cidadão mais preparado para analisar de forma crítica as propostas e alternativas que lhe são apresentadas.

Os números do TSE indicam que ainda estamos longe de um nível de instrução do eleitorado, pelo menos, razoável. Se quisermos melhorar nossas escolhas, para os próximos pleitos, não há outro caminho: precisamos investir e melhorar a educação de nossos eleitores. Sem isso, continuaremos amargando más escolhas. 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias