Sexta, 15 de Janeiro de 2021 23:12
(83) 9 9602 8302
Cidades VEJA!

Mãe confessa que praticou aborto e pagou quantia de R$ 4 reais para mototaxista jogar feto em baixo da ponte no município de Patos

Ela informou que sua prima teria chegado na residência de sua genitora na noite do dia (4) e teria relatado que vinha do hospital e tinha perdido o bebê que estava grávida.

06/01/2021 10h12 Atualizada há 1 semana
Por: São Bento em Foco Fonte: Debate Paraíba
Mãe confessa que praticou aborto e pagou quantia de R$ 4 reais para mototaxista jogar feto em baixo da ponte no município de Patos

Por volta das 13h de ontem (5), o Centro Integrado de Operações da Polícia (CIOP) recebeu uma ligação informando de que um feto humano havia sido encontrado por populares na Rua Antônio Félix no bairro São Sebastião, sob a ponte que liga ao bairro Bela Vista, no município de Patos, sertão da Paraíba.

Prontamente uma guarnição de serviço esteve no local indicado, onde ao chegar constatou a veracidade do fato. Os militares mantiveram contatou com a solicitante, que segundo informações é familiar da mulher genitora do feto do sexo masculino, onde ela informou que ao ter conhecimento da história relatada pela suspeita que é sua prima, desconfiou e acionou a Polícia Militar.

Conforme ainda relato da solicitante, ela informou que sua prima teria chegado na residência de sua genitora na noite do dia (4) e teria relatado que vinha do hospital e tinha perdido o bebê que estava grávida, porém não apresentou nenhum documento comprovando o fato narrado.

Em ato contínuo da desconfiança do fato narrado pela prima, a solicitante passou a buscar mais informações sobre o ocorrido, onde a genitora do feto acabou confessando que teria tomado um chá preto que provocou a morte do bebê onde praticou um abordo, e em seguida pagou a um mototaxista a quantia de 4 reais para ele jogar uma sacola com o feto em baixo da ponte.

Diante de todas as circunstâncias do caso, todas as partes envolvidas foram conduzidas à delegacia de Polícia Civil em Patos, para serem ouvidas pelo delegado e dar continuidade as investigações a respeito do ocorrido.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias