Domingo, 11 de Abril de 2021 04:26
(83) 9 9602 8302
Política VEJA!

Efraim reafirma candidatura ao Senado em 2022: “É minha vez”

Em declarações feitas ao programa “Correio Debate”.

03/03/2021 09h32
Por: São Bento em Foco Fonte: Os Guedes
Efraim reafirma candidatura ao Senado em 2022: “É minha vez”

Ao reafirmar, ontem, sua pré-candidatura ao Senado nas eleições de 2022 na Paraíba, o deputado federal Efraim Filho (DEM), que tem 42 anos de idade, disse estar convencido de que a disputa será a sua vez de ascender ao posto e chegou a manifestar confiança em que terá apoio ou solidariedade de outros deputados federais para essa postulação. Em declarações feitas ao programa “Correio Debate”, na rádio 98 FM, o parlamentar salientou que coloca seu nome à disposição como alternativa para concorrer à única vaga que estará em jogo – a que era ocupada por José Maranhão (MDB), recentemente falecido, agora exercida por Nilda Gondim, que já avisou que não cogita pleitear reeleição. “Creio que me coloco na perspectiva de renovação natural dos quadros políticos paraibanos”, sintetizou ele.

Efraim Filho julga-se preparado para alçar voos mais altos no cenário político paraibano, classificando-se como “um deputado realizador”, que entrega ações e benefícios para populações do interior da Paraíba, por meio da atuação em plenário, viabilizando emendas e destinação de recursos, e através de mediação junto ao Poder Público para obras e investimentos em todo o Estado da Paraíba. Além do mais, confessou que a inspiração para sonhar com o Senado deriva da atuação do seu pai, Efraim Morais, presidente do diretório regional do Democratas e secretário do governo João Azevêdo (Cidadania), que exerceu mandato entre 2003 e 2011, depois de ter se destacado na Câmara Federal, onde foi primeiro vice-presidente e, depois, presidente. “Efraito” lembrou que o pai, nas eleições de 2002, chegou a concorrer com três ex-governadores – Wilson Braga, Tarcísio Burity e José Maranhão, e logrou sair vitorioso. (Morais foi eleito juntamente com José Maranhão).

O deputado do Democratas revelou que a consolidação do seu projeto de candidatura ao Senado está condicionada a desdobramentos de acontecimentos políticos ligados às eleições do próximo ano e que, no seu modo de ver, somente se definirão com nitidez em 2022, mediante conversas e articulações de bastidores e compromisso de composições ou alianças. Deixou claro que, de sua parte, tem compromisso de apoiar a candidatura do governador João Azevêdo à reeleição, dentro da avaliação de que ele está executando iniciativas de repercussão para o desenvolvimento da Paraíba, além de se destacar no enfrentamento à pandemia do coronavírus que preocupa a todos. Em relação ao posicionamento do DEM na sucessão presidencial, observou que há divisões dentro do partido, com algumas alas defendendo apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido e outras manifestando posição diversa. “Tudo isso vai ser aprofundado para tomada de posição na ocasião adequada”, expressou.

Efraim Filho está concluindo, dentro do sistema de rodízio, seu período como coordenador da bancada federal da Paraíba em Brasília e considera que tem contribuído para encaminhar reivindicações de interesse dos representantes das várias regiões do Estado no Congresso Nacional, fortalecendo a agenda municipalista, principalmente diante das consequências da crise sanitária e econômica. Para ele, a preocupação maior tem sido focada em oferecer condições de governabilidade ao mandato de João Azevêdo, levando em conta os desafios imensos que ele tem enfrentado na conjuntura local. Sobre as definições nacionais que serão tomadas para 2022 destacou o papel de líderes como ACM Neto, presidente nacional da legenda, Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal e o governador Ronaldo Caiado, de Goiás. A seu ver, o presidente do Senado ainda terá papel de “grande protagonismo” na conjuntura política nacional.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias