Sexta, 16 de Abril de 2021 11:38
(83) 9 9602 8302
Internacional Internacional

Venezuela lança nota de 1 milhão de bolívares; cédula vale R$ 3,04

Notas de 200 mil, 500 mil e 1 milhão de bolívares começarão a circular a partir da próxima segunda-feira (8)

06/03/2021 08h30
Por: São Bento em Foco Fonte: R7 - Da Efe
Novas cédulas terão a imagem de Simón Bolívar - (Foto: Divulgação/Banco Central da Venezuela)
Novas cédulas terão a imagem de Simón Bolívar - (Foto: Divulgação/Banco Central da Venezuela)

O Banco Central da Venezuela anunciou na sexta-feira (6) três novas cédulas, de 200 mil, 500 mil e 1 milhão de bolívares, que começarão a circular "gradualmente" a partir da próxima segunda-feira (8).

Em breve comunicado, o Banco Central da Venezuela informou que elas foram implementadas para "complementar e otimizar o conjunto de cédulas atual, para atender às exigências da economia nacional".

Atualmente, a nota venezuelana de maior valor de face é a de 50 mil bolívares, que equivale a R$ 0,15 no câmbio desta sexta-feira. A cédula de 1 milhão de bolívares, portanto, corresponde a R$ 3,04.

Leia também: Variante brasileira do coronavírus matou 2 na Venezuela, diz Maduro

A economia da Venezuela está passando por uma dolarização na prática. Na maioria das vezes, os preços têm sido exibidos na moeda americana por empresas. As três novas cédulas terão a imagem de Simón Bolívar na frente, com uma arte quase idêntica à das notas que hoje estão em desuso no país.

No verso das de 200 mil e 500 mil bolívares há a imagem do mausoléu do Libertador, e no da nota de 1 milhão aparece a imagem comemorativa do Bicentenário da Batalha de Carabobo, decisiva na Guerra da Independência venezuelana.

A última vez que o conjunto de cédulas tinha sofrido mudanças foi em junho de 2019, quando foram incorporadas as notas de 10 mil, 20 mil e 50 mil bolívares.

Em agosto de 2018, com o propósito de combater a hiperinflação, o governo do presidente Nicolás Maduro havia ordenado um corte de cinco zeros na moeda nacional, o bolívar, então chamado bolívar forte, e que depois da alteração passou a ser chamado de bolívar soberano.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias