Muito discutem e confrontam esses termos, principalmente nos meios de comunicação, sejam impressos, televisivos, radiofônicos e agora, nas redes sociais.

Mas no fundo não existe um separatismo total entre os mesmos. Não há como ser totalmente imparcial, quando se é humano. E se me disser que isso é possível, além de não ser imparcial, é demagogo!

O ser humano é movido e motivado por sentimentos! E os sentimentos são providos de parcialidade.

Quando estive por 4 anos nas salas e corredores do curso de Jornalismo, aprendi acima de tudo, com comunicadores experientes e profissionais que, devemos informar o fato como ele é, sem nenhum juízo de valor, sem nenhuma exposição da opinião, sem deixar transbordar nenhuma vontade própria. Isso é ser parcial na informação. O leitor precisa ter o direito de formar sua própria opinião, sem interferências exteriores.

Porém, isso não significa dizer que o profissional de comunicação está proibido de OPINAR sobre aquilo que acredita, que representa seus valores sociais e éticos. Pra isso, existem os TEXTOS OPINATIVOS!Os famosos “Textões” das Redes Sociais, nada mais são que textos opinativos, onde são externadas opiniões particulares. E tanto faz ser escrito por um profissional da comunicação ou não. É a tal daLIBERDADE DE EXPRESSÃO que tantos querem, mas que alguns só aceitam se forem favoráveis à defesa das suas ideias, suas causas.

E qual seria a real crítica por parte de alguns em relação à expressão das opiniões por parte dos profissionais da comunicação?

O que há é uma conveniência por parte dos defensores das suas causas, sejam sociais, ideológicas, econômicas, políticas, comportamentais, etc. Aquilo que os agradam, os “representam”, não há problema em ser divulgado, é digno de aplausos. Já o contraditório, é jornalismo parcial! Não serve, não tem fundamentação, é digno de repúdio.

Quem defende suas ideias, é bem-vindo, é ético, é profissional! Quem não as defende, é parcial, é corrompido, é manipulador!

Enquanto se discutem essas ideologias teóricas, o mundo real perde seus valores, suas crenças, sua tolerância, sua ética profissional e pessoal, seu AMOR E RESPEITO AO PRÓXIMO!

Não é questão de Parcialidade ou Imparcialidade: é questão de CONVENIÊNCIA!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here