Renan Calheiros é citado tanto nas delações da Odebrecht como nas da JBS

O senador Renan Calheiros (MDB) disparou nas redes sociais contra o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e as delações premiadas.

Renan tem sido um crítico frequente das delações da JBS. Pelo Twitter, o emedebista menciona com ironia que Janot iria depor no Supremo Tribunal Federal pelo caso que investiga o acordo de delação da JBS, rescindido pela Corte em fevereiro. Ele lembrou ainda que o depoimento foi cancelado a pedido dos próprios advogados do grupo J&F.

Na sequência, criticou os acordos de delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, do ex-senador Delcídio do Amaral, do lobista Fernando Baiano, da Odebrecht e JBS, fechados por Janot e outros ex-procuradores.

Ele classificou as delações como “ilegais com gravações forjadas, sociedade de procuradores com advogados, dinheiro na conta através de contratos bilionários, lavagem de dinheiro, legalização do dinheiro desviado pelos criminosos, imunidade penal, encomenda de citações de pessoas e multas irrisórias para pagamentos suaves em 40 anos”.

O senador também criticou a OAB, por nunca ter investigado o caso JBS, e o ex-procurador Marcelo Miller, acusado de ter ajudado ilegalmente Joesley Batista a fechar a colaboração.

Renan Calheiros é citado tanto nas delações da Odebrecht como nas da JBS.

Fonte: JOVEM PAN 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here