Dinaldinho está afastado do cargo desde o mês de agosto deste ano por decisão judicial (Foto: Walla Santos)

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) rejeitou o recurso que permitiria a Dinaldinho Wanderley retornar ao cargo de prefeito de Patos. O agravo regimental foi julgado em sessão nesta quarta-feira (19) no pleno do TJPB.

O relator do caso, desembargador Carlos Martins Beltrão Filho, votou pelo desprovimento do agravo por entender que o afastamento de Dinaldinho do cargo deve ser mantido para garantir a melhor apuração dos fatos.

Dinaldinho está afastado do cargo desde o mês de agosto deste ano por decisão judicial. O vice-prefeito, Bonifácio Rocha, ocupa a titularidade do cargo desde então.

O prefeito de Patos, além de seu assessor, Múcio Sátyro Filho, e o administrador de empresa, Fábio Henrique Silveira Nogueira são investigados por envolvimento em um esquema de desvio de recursos públicos, nos anos de 2017 e 2018, em proveito próprio e alheio.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) também já havia negado um pedido de habeas corpus que permitiria a Dinaldinho o retorno ao cargo. O objetivo do recurso era tornar sem efeito a decisão proferida na notícia-crime que determinou o afastamento do gestor.

 

Fonte: CLICKPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.